Skip to main content
power-to-people-stormgain

Poder ao povo: por que esses mercados em desenvolvimento lideram na adoção de criptomoedas

10 Set, 2020

Na terça-feira, a Chainalysis publicou a edição 2020 do seu Índice Global de Adoção de Criptomoedas, parte do próximo relatório da empresa de análise de blockchain sobre tendências globais no mundo cripto.

O índice revelou que o uso de cripto está rapidamente se expandindo em países que são considerados economias em desenvolvimento. A Ucrânia é a líder global no que se refere à adoção de criptomoedas, com a Rússia e a Venezuela em segundo e em terceiro lugar, respectivamente. Depois vem a China na quarta posição, seguida pelo Quênia e pelos Estados Unidos.

chainanalysis-crypto-adoption-2020

Fonte: Chainalysis

Os critérios do índice no relatório medem a adoção de cripto, analisando o valor da criptomoeda em cadeia recebido por um país, valor em cadeia transferido, o número de depósitos de criptomoedas em cadeia e o volume de trading em trocas peer-to-peer (entre pares). Estas estatísticas são ponderadas com a PPP (paridade de poder de compra, sigla em inglês) per capita e o número de usuários de internet em cada país.

Como um país como a Ucrânia termina à frente da curva em moeda digital em comparação com gigantes econômicos como os EUA e a China? Os países no topo do ranking estão vendo crescimento principalmente entre os pequenos investidores, enquanto as "baleias" endinheiradas dominam as cripto nos EUA e na China. As nações no topo do ranking têm circunstâncias diferentes que incentivam pessoas comuns de meios mais modestos a usar cripto, o que é exatamente o que a cripto precisa para integrar o mainstream.

Ucrânia: um mercado emergente de nativos digitais

A Ucrânia, uma nação do Leste Europeu com 42 milhões de habitantes, está assistindo a adoção mais significativa entre os pequenos investidores. A Ucrânia é notável pela sua população jovem e ligada em tecnologia, e pela sua economia instável, que faz com que mentes jovens e engenhosas se voltem para a criptomoeda.

A Ucrânia tem uma cena próspera de startup de cripto, embora as empresas sejam registadas no exterior, o que, de certo modo, confunde os números oficiais. Para os jovens da Ucrânia, com uma moeda flutuante, sem mercado bolsista local, e com taxas pesadas sobre transações internacionais, a cripto oferece uma oportunidade de construir um futuro que funcione para eles.

O governo ucraniano tem notado a vibração de sua cena nacional de blockchain e está trabalhando com líderes de startup e empreendedores para regular o setor e atrair mais investidores através do seu Ministério para Transformação Digital. Com o governo e o capital privado cooperando nesse nível, a Ucrânia parece ser o lugar certo para desenvolvedores de blockchain e de criptomoedas.

Rússia: movimentando dinheiro

A Rússia em segundo lugar pode vir como uma surpresa para alguns, dado que o governo russo decidiu proibir as criptomoedas no início deste ano por meio de sua infame legislação DFA (Ativos Financeiros Digitais, sigla em inglês). Mas isso não impediu que os russos migrassem para as criptomoedas por razões semelhantes às dos ucranianos, mesmo que o governo não seja tão amigável à cripto como seu vizinho.

Os serviços de pagamento eletrônico são populares há muito tempo na Rússia, especialmente nas grandes cidades, onde são vistos como uma alternativa mais segura e mais rápida ao dinheiro e aos cartões de crédito. Não é um grande salto das transações digitais para a moeda puramente digital.

As criptomoedas são populares na Rússia para aquisições caras como equipamento de tecnologia, ou para serviços e transações financeiras transfronteiriças para contornar as onerosas taxas cobradas por bancos e intermediários. Empresas com interesses estrangeiros, ou apenas com necessidade de privacidade, têm um bom motivo para usar criptomoeda; e não apenas por meios legítimos - a criptomoeda é um foco de crimes cibernéticos na Europa Oriental.

Venezuela: cripto como ouro digital

Em contraste com a Ucrânia e a Rússia, os venezuelanos utilizam mais a cripto como um ativo para construir suas poupanças e para negociar visando lucro. A economia venezuelana é notoriamente instável, e a moeda pouco confiável, então a cripto oferece uma fonte de valor mais estável para qualquer um que queira constituir suas economias.

Ainda que o governo venezuelano tenha tentado legitimar as criptomoedas no país através da introdução do token Petro, o empreendimento malfadado só minou ainda mais a confiança no governo e nos bancos. Em vez disso, os venezuelanos que compram cripto são principalmente pequenos investidores que se dedicam ao trading peer-to-peer (de pares de criptomoedas).

Junte-se à revolução cripto global

Uma das principais conclusões do relatório da Chainalysis foi o fato de que a cripto é um fenômeno verdadeiramente global. Dos 154 países analisados, apenas 12 marcaram zero no índice. As criptomoedas estão ganhando ao redor do mundo, especialmente em países em desenvolvimento, mas um dos seus principais apelos é que a cripto realmente não conhece fronteiras.

O Bitcoin e outras criptomoedas estão sendo cada vez mais adotados para negociação, câmbio, investimento e armazenamento de valor. Onde quer que você esteja no mundo, você precisará usar uma plataforma de trading de cripto que funcione para você lucrar com a popularização das criptomoedas.

A StormGain é a melhor plataforma de cripto no mercado, disponível na web ou como um aplicativo para smartphone fácil de usar. Ela oferece trading 24h por dia, 7 dias por semana, com multiplicador de até 200x, uma ampla gama de benefícios para os traders ativos, carteiras cripto integradas para as 6 criptomoedas mais populares e sistemas de pagamento seguros para comprar criptomoedas diretamente com seu cartão bancário.

Se você estiver pronto para se juntar à plataforma de criptomoedas com as melhores recompensas para os clientes, inscreva-se na StormGain para começar a negociar agora mesmo!

Boas-vindas ao StormGain - Plataforma de negociação de criptomoedas!

Negocie com multiplicador de 200x